Sabia o que faz você contrair dívidas


Inicialmente, é importante que você entenda que o endividamento não surge por acaso, ele segue um caminho, um roteiro bastante claro que deixa rastros e produz sérias consequências para a vida de uma pessoa. O descontrole financeiro promove uma relação de causa e efeito muitas vezes devastadora na vida de quem está devendo e não consegue cumprir com os seus compromissos.


O ponto de partida está na falta de conhecimento sobre a importância das finanças dentro de sua casa. Conversar com seus familiares sobre esse assunto faz com que todos reflitam sobre o melhor destino a ser dado ao dinheiro. Esse tipo de comportamento faz com que haja um controle do consumismo. Afinal de contas, é difícil conter a vontade de pedir uma pizza pelo celular, ou resistir a promoção que vai durar somente esse final de semana, não é mesmo ? Nós nos deparamos com ofertas o tempo todo. Seja nos aplicativos, nas vitrines de lojas e na televisão.


Mas não se esqueça que tudo isso que estou falando são estímulos que são gerados pelo marketing e campanhas publicitárias para te fazer comprar. E a grande maioria das pessoas acaba caindo nessas armadilhas que são produzidas pela publicidade. No entanto, quando você aprende a se organizar percebe que pode fazer todas às suas compras sem que elas comprometam a sua vida financeira. A sua saúde financeira.





Com isso, os grandes vilões passam a ser seus aliados e às linhas de crédito quando bem utilizadas podem, sim, surtir um efeito positivo em sua vida. Assim, cartão de crédito, crediário, crédito consignado, empréstimos podem contribuir para que você conquiste uma série de coisas que deseja. O grande problema é quando você os utiliza sem critérios. Sem analisar se a compra pode ou não ser feita e se ela está dentro do seu orçamento.


Assim, toda e qualquer dívida contraída passa por três fases. Como falei acima, a primeira é falta de reflexão sobre quais são os seus objetivos na vida. Ou seja, você precisa saber onde você quer realmente chegar. E para você conseguir refletir sobre isso, nada melhor do que o diálogo, o debate, principalmente, dentro de sua casa.


Lembre-se que a seguir você precisa fazer um bom diagnóstico das suas finanças e esse processo passa de início pelo seu orçamento mensal. Você precisa conhecê-lo. Você precisa saber para onde vai o seu dinheiro todo santo mês.


Por fim, você precisa sentar e planejar quais são às suas metas financeiras. Isso precisa ser feito com clareza. Com o desejo de quem realmente quer vencer às dificuldades superando todo e qualquer obstáculo que possa surgir.


Tenha certeza que a partir do momento que você adquira essa consciência e coloque em prática, jamais você voltará a ser a pessoa endividada de antes.


Sabe qual será o seu futuro ? Sem medo de errar eu afirmo que será o futuro de uma pessoa que passará a investir.


Então, saiba que organizar a sua vida e se tornar um investidor ou uma investidora não somente pode como deve ser algo prazeroso. Não precisa e nem deve ser um processo chato.


Aos poucos você vai percebendo que guardar dinheiro e investir é algo bastante bacana e agradável.


Sendo assim, eu vou bater na mesma tecla de sempre.


Se você quer aprender a fazer boas escolhas e investir de maneira inteligente e com segurança o caminho é o aprendizado. O conhecimento. Pode ter certeza absoluta disso.


Como eu sempre ouvi da minha família, quem tem informação e boa orientação, tem tudo para alcançar excelentes resultados na vida e conquistar a sua independência financeira.


Deixe seus comentário, sua crítica ou sugestão.


Grande abraço e até a próxima.


Valeu …


Marcelo Teófilo


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo