O que é reserva de emergência e como fazer a sua.

Atualizado: 7 de set. de 2020





Você já tem reserva de emergência?

A primeira coisa que você precisa analisar é se você já tem e se possui algum dinheiro guardado. Se a sua resposta foi não, então precisa se preocupar. Mas calma, vamos por etapas que aos poucos as coisas vão se esclarecendo.

Para quem já possui dinheiro guardado, mas não sabe do que se trata a reserva de emergência, esse texto também vai te ajudar. Afinal de contas, é desesperador precisar de dinheiro e não saber o que fazer para resolver a situação. Normalmente, nesses momentos as pessoas acabam adquirindo empréstimos e piorando ainda mais a realidade.

Sim, eu sei que muitas vezes o problema está no fato de que a pessoa perdeu o emprego e está vivendo essa demissão. Uma pessoa da família também pode ter ficado doente. Pois é, são muitos os imprevistos com os quais temos que aprender a conviver. Eles podem surgir a qualquer momento. Por isso precisamos estar preparados e ter uma reserva de emergência é tão primeiro passo. Ela precisa estar de acordo com as suas necessidades para poder te amparar quando for preciso.

O Tesouro Selic é uma ótima opção de investimento, pois é uma aplicação conservadora, assim como a poupança, mas, ao mesmo tempo possui elevada liquidez. Existem várias aplicações de renda fixa bem mais interessantes do que a poupança, pois rendem mais, você só precisa conhecer.

Mas vamos ao que interessa, a Reserva de Emergência !

A importância da reserva de emergência?

Os momentos de crise, mostram o quanto é necessário ter uma reserva de emergência. É extremamente importante ter um dinheiro guardado para as situações que não podemos imaginar que possam acontecer. Seja uma pessoa doente na família, ou a perda do emprego, ou um novo membro que chega em sua família (os lindos e fofos bebês, mas que geram um despesa enorme ) ou uma crise que afete a todos nós.

A primeira coisa que você precisa entender é a sua situação financeira atual. Saber se ela está organizada e você apenas não sabe distribuir o dinheiro da forma correta e fazer bons investimentos, ou se o seu orçamento está bastante desorganizado e com dívidas. A reserva de emergência precisa ser feita desde que não comprometa os seus gastos essenciais como contas de água, luz, alimentação e outros. É possível fazer ajustes já que os gastos também podem ser reduzidos.


Você pode cortar as despesas com mudanças simples de hábito, como por exemplo: deixar de comer fora por um tempo, ou ao invés de ir todo final de semana em um restaurante, ir somente uma vez por mês. Existem muitas maneiras para você gerar economias. Mas isso é um assunto para outros post.

E como criar uma reserva de emergência ?

O ideal é que você todo mês separe 20% dos seus rendimentos para investimentos. Assim, se você ganha R$ 1000 por mês, deve guardar R$ 200,00 regularmente e esse dinheiro deve ser aplicado para formar a sua reserva de emergência também conhecida como "colchão de liquidez".

Colchão porque esse dinheiro é seu e ficará guardado e protegido em uma boa aplicação. Por favor, não coloque o dinheiro dentro de um colchão :) rs E liquidez siginifica que o dinheiro deve ficar aplicado em um investimento com resgate automático, que você possa utilizá-lo assim que precisar.

É importante você saber que para conseguir guardar esse dinheiro sem que isso afete as suas despesas mais básicas, você precisa fazer um planejamento financeiro e ter o controle dos seus gastos. Infelizmente, educação financeira não é uma disciplina que temos nas escolas e por isso, encontramos tantas pessoas endividadas em nossa sociedade.

Para quanto tempo a reserva deve servir?

Inicialmente, é preciso entender que a reserva de emergência é o dinheiro que fica aplicado e só pode ser utilizar para manter as contas mais básicas em dia, caso aconteça algum imprevisto. Imagine que você precise de R$ 2000 por mês.

Para as pessoas que trabalham com carteira assinada, ou seja, os assalariados, elas podem contar com o seguro desemprego, mas, obviamente, vai depender do tempo de serviço. No caso, se você é autônomo, o ideal é que a sua reserva seja de 6 meses, pelo menos.

Lembre-se que o dinheiro da reserva será o único com o qual você poderá contar durante os tempos difíceis, é, exatamente para essa finalidade que ela existe. Sendo assim, como eu disse anteriormente, se você precisa de R$ 2.000,00 por mês para manter as suas contas em dia, o ideal é que tenha guardado R$ 12.000,00.

É importante dizer que esse dinheiro precisa ser aplicado em um investimento que você possa retirar no momento que precisar, mas somente em casos de extrema urgência. O investimento fará com que a sua reserva cresça mais rapidamente. No entanto, é preciso fazer uma boa escolha.

Outra questão que deve ser observada, é que a reserva de emergência se não for utilizada deve ser mantida como uma aplicação segura que trará resultados bacanas para você ao longo do tempo. Tendo uma boa reserva de emergência, provavelmente você não irá precisar recorrer a empréstimos bancários. Assim, você fica livre de ter que pagar juros.

As pessoas acreditam que para construir reserva de emergência ou investir é necessário ter muito dinheiro, isso não é verdade. Na realidade, não importa quanto você tenha disponível ou ganhe todo mês, o importante é se organizar e começar a investir o quanto antes.

Bem, é isso que eu tinha para passar para vocês hoje.

E não se esqueça !

Se você gostou desse conteúdo se inscreva aqui em nosso Blog e deixe a sua curtida para receber às notificações. E compartilhe com os seus amigos nas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso à informação.

Super Obrigado !

Deixe seus comentário, sua crítica ou sugestão.

Grande abraço e até a próxima. 



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo