O que é o Tesouro Direto ?


O que é o Tesouro Direto ?

Eu vou começar de uma forma bem simples e resumida. Ou seja, o Tesouro Direto é um investimento em renda fixa, assim como a poupança, onde você está emprestando o seu dinheiro para o Governo financiar seus projetos de desenvolvimento social.

É considerado uma das modalidades mais seguras de investimento em renda fixa. Dessa forma, os adeptos da poupança precisam conhecer o Tesouro Direto, justamente em razão da sua rentabilidade e segurança.

O tesouro Direto é um título público garantido pelo próprio Governo Federal. O único risco a ele atrelado seria o Brasil decretar falência. 

Nesse caso, não apenas o país, mas todos nós iríamos quebrar junto.Como essa possibilidade é bastante remota,, o Tesouro Direto é um investimento muito indicado para quem deseja construir sua Reserva de Emergência e começar a se familiarizar com o mundo dos investimentos.

Sem sombra de dúvidas, hoje o Tesouro Direto é um dos investimentos mais populares do Brasil. A razão  para isso está no fato de que o programa realiza a negociação de títulos públicos, que na realidade, são os mais seguros disponíveis no mercado. 

Outra questão relevante, é que  o Tesouro Direto oferece diversas opções de títulos. Essa variedade de opções permite que você possa adequar os seus objetivos financeiros de acordo com seus interesses, no curto ou longo prazo.

Esse programa surgiu em 2002 desenvolvido pelo Governo Federal através de uma parceria realizada entre o Tesouro Nacional e a B3 (antiga BM&FBovespa). O intuito é fazer com que as  pessoas físicas tenham fácil acesso à investimentos em títulos públicos podendo efetuar suas aplicações por meio da internet.




Assim, para melhor ilustrar e facilitar a sua compreensão, os títulos públicos são uma forma simples que o governo possui de captar dinheiro para o seu pleno funcionamento. O objetivo é a boa gestão dos recursos angariados através da aplicação em áreas da saúde, educação e infraestrutura. 

Pois é, foi-se o tempo que era difícil investir no Tesouro Direto. A rentabilidade que ficava a quem dá desejada tornou-se atraente e acessível a todos. Hoje qualquer pessoa pode investir diretamente no Tesouro Direto sem que seja necessário a compra dos títulos através de fundos de investimento em renda fixa.

Com quantias a partir de 30 reais já é possível começar a investir no Tesouro Direto. A rentabilidade do título adquirido está relacionada , obviamente, ao tempo da aplicação. Isso irá determinar o quanto o Tesouro Nacional pagará de juros sobre o valor investido. Para os amantes da caderneta de poupança, saibam que o Tesouro Direto possui uma rentabilidade que supera essa aplicação. Quando comparado a poupança, essa vantagem se torna mais evidente ao longo de vários anos.

Por que investir no Tesouro Direto?

Bem, em primeiro lugar porque a rentabilidade que pode-se obter com esse ativo é bastante interessante para quem se sente atraído pela renda fixa e já tem o hábito de deixar o dinheiro na poupança.

Outra questão que precisa ser considerada é a facilidade de se investir.  O Tesouro Direto é  um título que permite você possa começar com um pequeno investimento. Conforme mencionei anteriormente, com 30 reais é possível realizar a compra dos seus primeiros títulos.

Sem contar que é um dos investimentos mais seguros do mercado, tendo em vista que ele é feito ao Governo Federal. Ou seja, você tem a tranquilidade de que seu dinheiro estará seguro e rendendo com o tempo.

Como a  liquidez dos títulos é diária, ou seja, você tem a possibilidade de realizar o resgate em caso de uma emergência, esse investimento traz a certeza de que você estará amparado no momento que precisar.

Diariamente, através da plataforma do Tesouro Direto, ocorrem às negociações com  a recompra e venda dos títulos do Tesouro, mesmo que o prazo contratado pelo investidor não tenha sido mantido. 

Entretanto, é importante levar em consideração que o  título só pode ser vendido a preço de mercado do dia da operação de venda. Contudo, esse tipo de investimento proporciona segurança e liberdade, justamente pela facilidade na forma de manuseá-lo.  Assim, você tem a possibilidade de negociar o título no momento que achar mais adequado. Hoje o mercado dispõe de cinco tipos de títulos, com perfis diferentes, para investimentos distintos, ou seja, no curto, médio e longo prazo. 

Vou dar um exemplo, se o seu objetivo ao investir  está relacionado a compra um imóvel, vale muito mais a pena investir em determinados títulos em razão da rentabilidade, do que do que simplesmente depositar mensalmente o seu dinheiro na poupança para conseguir dar a entrada na casa ou apartamento. 

Outra possibilidade é se você estiver pensando no momento da sua aposentadoria. Dessa forma, como o prazo pode ser mais extenso, você poderá rentabilizar melhor o seu investimento conseguindo melhores taxas de retorno. 

Existem títulos de diversos prazos, por isso mesmo você precisa levar em consideração os seus objetivos, pois quanto maior o tempo investido maior será a rentabilidade Uma dúvida que surge frequentemente é como o investidor irá acompanhar o desenvolvimento dos seus títulos.


Esse processo é bastante simples, fácil e seguro, pois basta você fazer um cadastro no site do Tesouro e outro cadastro em uma corretora.  Dependendo da corretora que você irá escolher, o cadastro poderá ser feito diretamente pela internet sem nenhuma burocracia.

O Tesouro Direto é um investimento que atende a necessidade da grande maioria dos investidores pela quantidade de benefícios que ele possui.

Quais os custos envolvidos no investimento?

Fora a questão da praticidade que é enorme, o Tesouro Direto tem a vantagem de possuir poucas taxas.

  • Quanto ao desconto do Imposto de Renda, esse varia de acordo com o tempo que o dinheiro ficará aplicado.

  • Em relação a taxa da BM&FBOVESPA, essa é de 0,25% ao ano

  • No que diz respeito a taxa da instituição, essa irá depender da corretora que você irá escolher. Algumas não cobram taxas, o que permite que você tenha um melhor rendimento do seu investimento.

O valor mínimo de compra é de trinta reais e o máximo é de um milhão por mês. Resumindo, com pouco dinheiro você pode começar a investir de forma segura e tranquila com uma rentabilidade superior a da caderneta de poupança!

Pessoal, foi um prazer poder compartilhar mais esse post com vocês.

E não se esqueça !

Se você gostou desse conteúdo se inscreva no canal do Youtube, deixe a sua curtida, ative as notificações e compartilhe com os seus amigos nas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso à informação.

Super Obrigado !

Deixe seu comentário, sua crítica ou sugestão.

Grande abraço e até a próxima. 

Valeu …

Marcelo Teófilo



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo